terça-feira, outubro 17Curta nossa página no facebook!

Netflix confirmou que não irá aumentar o valor da assinatura

Em dezembro do ano passado (2016), o governo de Temer sancionou parcialmente um projeto de lei que iria aumentar os serviços tributados pelo ISS (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza). A nova lei mirava os serviços de streaming, como Netflix, Spotify, HBO Go e Amazon Prime. Na última semana a Netflix confirmou que não irá aumentar o valor da assinatura devido a cobrança do novo imposto, mantendo o serviço com um ótimo custo benefício para os brasileiros.

De acordo com a Folha de S. Paulo, Reed Hastings, co-fundador e CEO da Netflix, confirmou, em um evento na Califórnia, sede da empresa, que o valor não seria repassado para o público. Hastings também ironizou a quantia de tributos existentes no Brasil, quando questionado sobre o ISS:
“Qual das taxas? Existem muitas taxas no Brasil.”, e continuou: “Estamos no Brasil há cinco anos, e pagamos os tributos. Faremos o mesmo. Não haverá aumento na mensalidade.”

O fato de que a Netflix confirmou que não irá aumentar o valor da assinatura em terras tupiniquins pode ser uma boa notícia passageira, visto que o governo Temer está avaliando as opções de um novo imposto sobre serviços de streaming, e que o país pode lucrar até R$300 milhões somente com esse tributo até 2022.

Veja também: Netflix é acusada de ser racista com os brancos.

Agora, nos resta aguardar que os outros serviços de transmissão, que também serão inclusos nessa nova categoria de imposto, se pronunciem sobre o assunto referente aos valores de suas assinaturas.

O que você achou da postura da Netflix referente aos impostos? Conta pra gente aqui nos comentários e não deixe de curtir nossa página no Facebook!